quinta-feira, 16 de setembro de 2010

Amor histórico

Sobre Pedro e Inês
"Não é possível distingui-los"

"...somos uma coisa nós
Em ambos um só fim,
Eu não sou em mim sem vós
Nem vós não estais sem mim.
Como em todas as histórias de amor perfeitas
Os amantes não se distinguem."

                                                  Sá de Miranda

quarta-feira, 8 de setembro de 2010

Promete-me os sonhos

Promete-me os sonhos
E sente-os com fervor
Como se de uma majestosa miragem se tratasse
Nestes nossos felizes caminhos de estradas radiantes ou tumultuosas
Promete-me os sonhos e o êxtase da nossa ambiência
De amor, breves delírios e inocentes conspirações
Onde se criam cenários idílicos e se tecem utopias
Promete-me os sonhos
Pintados de fresco nas nossas telas
Exageradas em pistas geométricas e líricas
Promete-me os sonhos e aquece-me o coração
Promete-me os sonhos, os teus e os meus
Desdobra-os em imagens e em paixão
Promete-me os sonhos
Sente-os e segue-os comigo.

quarta-feira, 1 de setembro de 2010

"Children see, children do"

video
Num mundo que se afirma caótico, é importante não descurar a (boa) educação das nossas crianças, do nosso futuro. É essencial orientá-las nos caminhos dos verbos ser e estar, descurando mais vezes o tão supérfluo e arrogante verbo ter. Para começar, deviamos abolir a famosa e útil frase "olha para o que eu digo, não olhes para o que faço" porque as crianças focalizam todas as suas atenções nas atitudes dos pais ou pessoas de referência e na maior parte das vezes,pouco importa o que vão dizendo. Já vai sendo tempo de as educarmos com menos moralismos e mais exemplos das nossas acções do dia-a-dia que incutam realmente a noção do outro e que evitem a alienação e falta de humanismo que, infelizmente, tanto se vê por aí.

"Children see, children do. Make your influence positive."